Categories
Uncategorized

Este 2011 foi um bom ano

Abrimos aqui o nosso micro-estaminé. Iniciámos a ideia da Feira de Bicicletas Maduras, e do Bicinema. Passaram vídeos sobre o nosso trabalho na TVI, no Portal Sapo, na ACA-M. Emitiram na Antena 1 uma peça sobre o Bicycle Repair Man, publicaram artigos sobre nós na Time Out Lisboa, na Visão, na Notícias Magazine, na Magnética Magazine e na novíssima B – cultura da bicicleta. E em Setembro fomos galardoados com o Prémio Nacional de Mobilidade em Bicicleta, na categoria Empresas, pela Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta.

Prémio Nacional de Mobilidade em Bicicleta 2011 - categoria Empresas

Foi mais um ano de muito trabalho, e valeu a pena. Abrir o ateliê permitiu-nos ter um contacto mais próximo e fácil com as pessoas. Gostamos de conhecer as pessoas que servimos, de saber o nome delas porque já lá passaram 2 ou 3 vezes e já trocámos dois dedos de conversa. Gostamos de acabar por divagar com quem nos visita sobre todos os temas relacionados com a bicicleta. 🙂 Gostamos de ter bebés a dormir no nosso ateliê enquanto conversamos e atendemos os pais. Gostamos de nos encontrar com clientes nos eventos por aí, e com os amigos no ateliê, e gostamos ainda mais quando uns são os outros. 🙂

Esperamos que 2012 seja ainda melhor, mais cheio, mais animado, com mais mudanças e mais surpresas boas.

Sabemos que 2012 será um ano difícil para muita gente. Esperamos ter a oportunidade de ajudar muitas pessoas a torná-lo mais leve através da bicicleta. Mais leve porque lhes permita reduzir as suas despesas e ter mais dinheiro para gastar em coisas importantes, ou, mais leve simplesmente porque lhes permita fazer todos os dias algo que as mantenha saudáveis e lhes injecte um pouco de felicidade quotidiana, fortalecendo-as para encarar melhor os desafios de cada dia.

Em 2012 o desafio será saber criar uma felicidade mais consistente, menos efémera, com menos recursos, e a bicicleta oferece isso mesmo.

A todos os nossos amigos, clientes, fornecedores e outros parceiros, e ainda a todos os que trabalham igualmente em prol de uma mudança positiva nas nossas cidades, e no nosso país, votos de um excelente ano novo! 🙂

Ana & Bruno

Categories
Uncategorized

Há Cicloficina este domingo!

Cicloficina Lisboa

Das 14h30 às 16h30, nas traseiras da Crew Hassan, nas Portas de Santo Antão.

A propósito, foi publicado na revista TimeOut Lisboa do passado dia 12 de Agosto um artigo sobre o projecto Cicloficina! 🙂

Categories
Uncategorized

Amanhã é dia de Bicicletada

MC LxApareçam para uma volta de celebração do uso da bicicleta por Lisboa. Às 18h30 partida do Marquês de Pombal (o pessoal começa a aparecer pelas 18h). Ei, também há no Porto, Coimbra e Aveiro!

Qualquer bicicleta (ou triciclo!) serve, é uma deslocação a baixa velocidade, numa massa de ciclistas que funciona como uma espécie de “cardume” onde nos sentimos mais visíveis e seguros pela força dos números. 😉 Não é um protesto, é uma celebração, não é contra os carros ou os não utilizadores de bicicleta, é pela bicicleta e por quem a usa.

Dicas: circulem sempre pela via mais à direita (excepto a do BUS!, o transporte público colectivo é rei!). Evitem circular mais do que 2 pessoas a par na mesma via (por segurança e manutenção da legalidade, na medida do possível). Mantenham uma rota previsível (em linha recta) e estejam atentos às ultrapassagens simultâneas de autocarros à direita, carros à esquerda, e outros ciclistas dentro da mesma via. Não ultrapassem outros ciclistas muito depressa ou muito rente sem se certificarem de que eles sabem que vocês os vão ultrapassar (as pessoas costumam circular mais distraídas a conversar com os outros participantes da Bicicletada e frequentemente andam a zigue-zaguear… Mantenham uma distância de segurança dos outros ciclistas, de lado, atrás e à frente. Tentem que a massa de ciclistas não se disperse em comprimento (quebrando o grupo nos semáforos, facilitando a quebra do grupo por carros, etc) nem em largura, ocupando mais que uma via de trânsito (não há necessidade de hostilizar os outros utentes da estradas). Conheçam outros ciclistas, dêem dois dedos de conversa, desfrutem da cidade, e divirtam-se! 🙂

Categories
Uncategorized

A excelência está nos pormenores

O novo interface de transportes do Cais do Sodré foi inaugurado esta sexta-feira pelo ministro das Obras Públicas, Mário Lino, e pela Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, e foram nele investidos 26,6 milhões de euros ao longo dos 7 anos de obras, para a construção de um terminal fluvial, a requalificação da estação ferroviária e arranjos exteriores.

Com o novo interface de transportes do Cais do Sodré, o Governo pretende «promover e privilegiar a intermodalidade de forma de aumentar a procura em transporte colectivo, garantindo uma mobilidade sustentável a nível social, ambiental e económico-financeiro», garantem.

Alguém já lá encontrou os parques de estacionamento para bicicletas que poderiam promover a tal intermodalidade e a procura pelos TP e blá blá blá que o Governo apregoa? E já testaram a acessibilidade dos passageiros com bicicletas que fazem uso da co-modalidade tolerada pela CP e pela Transtejo (e, vestigialmente, pelo Metro)?…

Parece-me que as bicicletas ficaram, mais uma vez, de fora do essencial…

Categories
Uncategorized

Velódromo Nacional de Sangalhos

Não sei se será o primeiro, ou o único em Portugal, e não tem nada a ver com a “praia” da Cenas a Pedal, mas é uma notícia relevante:

Terra de grande tradição velocipédica, Sangalhos prepara-se para ver nascer um Centro de Alto Rendimento de ciclismo. A estrutura, de alta qualidade, gira em torno de um velódromo, mas pretende ir muito mais além.

No site do JN até têm um vídeo do projecto e tudo.