Categorias
Desporto Eventos Notícias Videos Web e outros Media

Muitas biclas na TV

Ontem à noite, ao zappar os vários telejornais, assisti a duas reportagens em que as protagonistas eram as bicicletas. 🙂

Na SIC falaram do “IV Encontro Bicicletas Antigas“, que decorreu ontem na Burinhosa, Leiria. Um evento organizado pelo grupo de BTT “Men In Bike”, teve a sua primeira edição a 25 de Julho de 2004, e contou com 27 participantes. Um ano depois, já com mais publicidade e apoio apareceram 64 bicicletas. O sucesso continuou na edição de 2006, com 94 participantes de todo o país. Quantos terão participado ontem? E será que alguém consegui gravar a reportagem na TV? UPDATE de 6/09/07: O Rui Rodrigues entretanto disse-me que o vídeo já está no YouTube. Aqui fica:

A iniciativa não parece ter site online, mas o poster, uma apresentação do evento e imagens de reportagens feitas do evento e publicadas em revistas, estão disponíveis em alguns fóruns, como o FórumBTT.

Na RTP1 passaram uma reportagem sobre o Porto Bike Tour, irmão do Norte do Lisboa Bike Tour, que teve este ano a sua primeira edição (em Lisboa começou no ano passado).

O que mais gostei nesta reportagem foi ver umas quantas bicicletas de handcycling. Pelos vistos, além das bicicletas duplas (ou tandem) para serem usadas por equipas de 2 pessoas, uma das quais é cega, que já foi bastante falado até na altura do evento em Lisboa, também houve pessoas com paralisia (ou outra condicionante da mobilidade) nas pernas a participar, com bicicletas de pedalar com os braços/mãos. Excelente! 🙂

De lembrar que o ano passado foi organizado no Algarve o I Campeonato Internacional de Handcycling , na Quinta do Lago, com a participação de 12 atletas, apenas 2 deles portugueses (e 1 sem deficiência!). Em Portugal esta modalidade ainda não é praticada a nível nacional, mas a ParaSport, uma associação sem fins lucrativos, está a tentar mudar isto. Já em 2007 decorreu o 3º Estágio de Handcycling, com cerca de 20 atletas a treinar a modalidade no Algarve. Estas bicicletas são uma alternativa para aqueles que não tenham mobilidade nas pernas, mas também se constitui como uma alternativa complementar às bicicletas normais, para quem não tenha limitações motoras nenhumas.

O maior entrave ao acesso mais generalizado a estas bicicletas adaptadas por parte das pessoas com deficiência será mesmo o seu elevado custo, na ordem de alguns milhares de euros… 🙁

Por Ana Pereira

Instrutora de condução, formadora em segurança rodoviária, e consultora em mobilidade & transporte em bicicleta. Bicycle Mayor of Lisbon 2019-2020.

8 comentários a “Muitas biclas na TV”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *