Publicações especializadas em cenas a pedal

Em Portugal não há revistas, e-zines ou outras publicações especializadas naquilo que a Cenas a Pedal is all about: bicicletas e outras “cenas a pedal” utilitárias, a cultura da bicicleta como um meio de transporte, um objecto de lazer, um estilo de vida.

Portugal tem duas revistas sobre bicicletas: a BIKE Magazine (mensal), focada essencialmente no BTT, e a ONBIKE (bimestral), mais virada para o Freeride. Chegou a haver algumas edições de uma revista online, a Revista Pedal, mas agora optaram exclusivamente pelo formato “site”, pelo que não se pode considerar uma “revista”. 😉 O focus é também o desporto.

Mas lá fora já há publicações que acompanham e reflectem a tendência mundial da cultura da bicicleta como um objecto prático, além vertente desportiva, algumas há alguns anos, outras nascidas muito recentemente. Aqui ficam alguns exemplos do mundo anglo-saxónico:

A to B

Surgiu em 1993 com o nome “Folder“, tendo adoptado este em 1997. É uma revista britânica (bimensal), especializada em bicicletas eléctricas, bicicletas dobráveis, comboios e transportes alternativos. Leva a cabo reviews de equipamento muito detalhadas, e é esse o seu ponto forte. Também acho interessante, mas é muito mais técnica que a Velovision (ver mais abaixo), e custa-me muito mais a ler. É uma revista “a sério”, publicada em papel, mas também está disponível aos assinantes em versão digital acessível online (tem edição de acesso gratuito, para experimentar).

Velovision

Outra revista britânica (trimestral), surgiu em 2001 e celebra a cultura da bicicleta pelo mundo. É uma revista para os apaixonados pelas bicicletas e outros veículos a pedal, e para os interessados nas suas aplicações práticas, e de lazer. Para nós na CaP, é uma referência incontornável e consulta obrigatória desde que a descobrimos, e custa-nos esperar sempre 3 meses pela próxima. 😛 Desde o primeiro número que se encontram artigos interessantes e invenções curiosas, tem valido bem o investimento! 🙂 Além da versão em papel, também está disponível aos assinantes em formato digital, para consulta online (com acesso gratuito a uma das edições).

Momentum
The magazine for self-propelled people.

Esta revista (bimensal) é feita no Canadá e foi fundada em 2002. Em termos de grafismo, de organização, alcance e temas abordados, é a mais parecida com a Velovision. Apresenta-se como uma revista «que reflecte a vida das pessoas que usam a bicicleta, oferecendo aos ciclistas urbanos a inspiração, a informação e os recursos para os ajudar a desfrutar totalmente da sua experiência de uso da bicicleta e pondo-os em contacto com as suas comunidades locais e globais de ciclistas». A revista é distribuída e vendida em formato papel, mas uma versão em formato digital acessível online é disponibilizada gratuitamente. É uma publicação muito boa.

CityCycling
No matter what you ride, as long as you do…

Esta é uma revista (mensal), fundada em 2005, na Escócia. Fala essencialmente da utilização da bicicleta em meio urbano. É disponibilizada em versão digital apenas, e acessível gratuitamente online. A minha Mobiky à espera numa estação de Metro já foi capa de uma das edições, e numa outra foi publicado um artigo que escrevi sobre a minha experiência no “mundo das bicicletas” e o projecto da CaP, nomeadamente o produto que o despoletou, a Mobiky, a convite simpático do editor, Anthony. 🙂

Urban Velo
Bicycle culture on the skids.

Uma nova publicação (bimensal), lançada em 2007, vinda dos EUA. Define-se como um «reflexo da cultura ciclística nas cidades de hoje». Tem artigos mais políticos e de advocacy, dicas técnicas e práticas, e foca muito as diferentes sub-culturas da cycling scene. Os mensageiros, os aficcionados das fixed gear, etc. Tenho gostado de ler, e até já contribuí para a secção “I love riding in the city“! 🙂 A versão em papel é paga, mas uma versão digital (em html ou pdf) é disponibilizada gratuitamente no site.

The Practical Pedal
The journal of practical bicycling.

Outra publicação recente (trimestral), lançada em 2007, nos EUA. É um jornal «para pessoas que usam a bicicleta como meio de transporte, informando e inspirando a fazer a diferença». É distribuído em versão papel e em versão digital, em pdf, gratuitamente.

UPDATE: Também há a Cranked, de que me esqueci porque nunca li nenhuma (no site há um ou dois artigos disponíveis em pdf para download livre).
…………………………………………………………..

Desconheço se há alguma revista do género e âmbito destas que acabei de listar no Brasil, por exemplo, mas penso que não. O mesmo digo de Espanha. Talvez daqui a uns anitos haja massa crítica suficiente no mundo lusófono para se poder fazer uma. Entre portugueses e brasileiros, pelo menos, há de dar para alguma joint venture literária “sobre rodas”! 😉

11 thoughts on “Publicações especializadas em cenas a pedal

  1. Pingback: Velovision em Portugal! « Blog da Cenas a Pedal

  2. Pingback: Café Vélo « Blog da Cenas a Pedal

  3. Pingback: Outra publicação « Blog da Cenas a Pedal

  4. Pingback: Estamos de volta at Blog da Cenas a Pedal

  5. Pingback: The Bicycle Buyer at Blog da Cenas a Pedal

  6. Pingback: Estão a prepará-la… at Blog da Cenas a Pedal

  7. Pingback: De bicicleta em Portugal, pela A to B at Blog da Cenas a Pedal

  8. Obrigada pela dica, Renato. 🙂 No entanto, pelo que pude perceber numa rápida olhadela pelos sites que indicou, as 3 revistas são revistas de desporto, ou generalistas das “2 rodas”, e não especializadas na bicicleta além-desporto (transporte, lazer, cultura). Mas deu para ver que abordam mais notícias sobre infrastruturas como os “bicicletários” e assim, do que cá em Portugal a Bike Magazine, por exemplo.

  9. Ana, temos três revistas no Brasil: a Bike Action, a VO2 e uma distribuída gratuitamente nas bike shops: Zé Pedal. Estas três são muito distintas entre si, mas cobrem o mundo ciclístico brasileiro. Também não são unanimidades entre os ciclistas, que sempre citam as revistas estrangeiras como um padrão a ser seguido. Eu, particularmente, leio tudo o que cai em minhas mãos!

    Abraços,

    Renato

  10. 😀 Obrigada, Hugo! Tentamos fazer o máximo de divulgação que podemos. Gostava de ser um Peter (editor da Velovision), o trabalho dele é fazer isto, pesquisar, testar, comparar, experimentar, escrever sobre cenas a pedal! 😉

  11. Em Portugal não há nada do género, mas existe o blog da Cenas a Pedal que faz grande parte do serviço. Estão sempre atentos às cenas a pedal mais inovadoras e recentes e desse modo fazem um trabalho excelente de divulgação. Para além disso trazem para Portugal produtos únicos e que nem mesmo os que estão há decadas na area das bicicletas, alguma o fizeram. A maioria das coisas interessantes que descubro são através deste blog. Estão certamente na vanguarda da cena a pedal mundial e acredito que nos vão continuar a surpreender. Mais uma vez, parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *