Categorias
Imagens Mobilidade Notícias CaP

“Querido, mudei o ateliê” – VII

Em contagem decrescente.

As obras terminaram, à parte uns toquezinhos pendentes aqui e ali, e os portões por pintar mais tarde e tal.

  • uns toques de amarelo para animar o branco-areia – check!

     
    Prateleiras e paredes pintadas, rodapé novo Toques de amarelo Azul & banana

    Toques de amarelo De vermelho para amarelo

Agora é limpar, levar mobiliário, stock, etc. Já começámos, mas ainda falta um bocado. As mudanças são a pé de trolley atrás, de bakfiets e de longtail. Mais sustentável que isto é difícil. 😛

Mudanças em modos activos

Lugar à porta de casa (giro, giro são as reacções dos vizinhos):

O verdadeiro transporte porta-a-porta

Transporte porta-a-porta:

Bicicletas de trabalho

Simples, prático, eficiente, activo, silencioso, económico, não-poluente, cool. Perfeito. 🙂 Claro que se fosse entre dois sítios a 10 Km de distância a ferramenta mais adequada seria uma carrinha automóvel. Trata-se de usar a opção certa para cada situação. 😉

O verdadeiro transporte porta-a-porta

Apesar de a cena ainda não estar pronta, já há clientes a ir lá buscar encomendas, e a usar os serviços de oficina do BRM, etc.

3º cliente da tarde

Depois de terminarmos o vai-e-vem das mudanças, é a parte de arrumar (a minha preferida). 🙂

Um “antes” e “a meio”:

Antes O a meio

O antes: sala principal O a meio

Por Ana Pereira

Instrutora de condução, formadora em segurança rodoviária, e consultora em mobilidade & transporte em bicicleta. Bicycle Mayor of Lisbon 2019-2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.