O que temos andado a fazer

É uma vergonha, não temos conseguido manter o nosso blog decente em frequência e em conteúdo, mas estamos a esforçar-nos para reverter esse estado de coisas e “voltar às origens”. 😉

Desde a última vez que aqui viémos, onde anunciámos a saída da Elena para outros trilhos, muito aconteceu.

Adoptámos a Mutthilda em Agosto. Levamo-la muitas vezes connosco para o trabalho no atelier, é a nossa Relações Públicas e Personal Pet Therapist. 🙂

1976911_1517230881868593_5659443227806582391_n  10404239_1511761982415483_3912050856383080706_n

Fizémos uma pequena festa em Setembro para assinalar o 8º aniversário da Cenas a Pedal. Entre outras coisas, assaram-se chouriços no passeio. 🙂

unnamedunnamed (1)

Em Outubro iniciámos o ano lectivo na nossa Escola de Bicicleta num formato diferente, de aulas de continuidade, como estamos habituados a ter nas escolas de natação e de dança, por exemplo.

aulas de natacao

aulas de bicicleta

Há muito que sabíamos da similaridade das aprendizagens de natação e bicicleta, em mais do que um aspecto (praticamos natação há muitos anos por razões médicas e, claro, ensinamos condução de bicicleta há 7), e desde que começámos a ter aulas de Lindy Hop, no início de 2014, percebemos que fazia sentido dar este passo para aulas regulares num programa de formação por níveis, ao longo do ano lectivo, o que, penso, nos faz pioneiros a nível internacional! 🙂 Foi mais um passo de gigante em termos evolucionários, para a nossa escola.

bruno e joãoNo início de Outubro o João terminou o seu estágio de mecânica connosco e decidiu seguir a 100 % a sua carreira na área da música, com os Moe’s Implosion, e então voltámos à equipa original de dois: Ana & Bruno. Isso obrigou-nos a readaptarmo-nos novamente, e deu-nos a oportunidade de mais livremente repensarmos o que queríamos fazer e como. Desde essa altura que temos andado a magicar alguns planos, e seguir nessa direcção tem levado a alterações na nossa forma de funcionar e, se as coisas correrem de feição, mais novidades haverão lá mais para a frente.

Entretanto, ainda em 2014, publicámos também o novo site, dedicado, para a escola, em http://escola.cenasapedal.com. Estamos ainda a terminar o Guia do Aluno, mas globalmente o site já tem toda a informação da escola e das aulas.

Cenas a Pedal - Escola de Bicicleta

Temos ainda uma secção de blog, onde temos começado a partilhar e a escrever coisas interessantes relacionadas com a condução de bicicleta (e não só), e também com o uso da bicicleta propriamente dito. Entretanto, e a propósito disso, colaborámos com a Rádio Estrada Viva numa série de podcasts sobre o uso e condução de bicicleta. Começámos por abordar o “aprender a conduzir bicicleta“, apresentando a nossa escola:

Depois discutimos a “posição [do ciclista] na via e ultrapassagem [pelos outros utentes]“, falámos “sobre as luzes nas bicicletas” e elaborámos sobre “a sinalização de manobras pelos ciclistas“. Por último, e mais recentemente, falámos um pouco da “ bicicleta eléctrica“.

Ainda no final de 2014 publicámos também o novo site dedicado exclusivamente aos karts a pedais KMX, a nossa primeira marca de triciclos reclinados, que ainda hoje vendemos, distribuímos e alugamos em Portugal, 8 anos depois.

KMX Karts

Os KMX são triciclos versáteis, robustos, e com uma excelente relação qualidade-preço, e são muito populares com crianças e adultos. É difícil não nos divertirmos naquilo. 🙂

De notar que estão lá listadas algumas boas oportunidades! 😉 Os KMX Karts podem ser encomendados, para os desfrutar sempre que quiserem, ou podem ser alugados para eventos:

No início de 2015 esforçámo-nos por começar a re-dinamizar o Viagens a Pedal, e temos vindo a partilhar algumas coisas lá. Esta é uma área que nos interessa imenso e queremos integrá-la mais no nosso quotidiano. Essa motivação cresceu imenso depois de, em Outubro de 2014 nos termos registado na rede Warm Showers e começado a receber viajantes em bicicleta. Como o Joe:

Entretanto, se tentaram visitar a nossa loja online recentemente, não a encontraram. Desactivámo-la. Estamos a preparar outra plataforma e outro “formato” para a nossa vertente de loja / vendas. Vai levar tempo (somos só dois, em 4 grandes áreas de actividade!), mas a outra loja online já estava demasiado grande e desactualizada para a podermos manter sem ajuda, e isso causava demasiado transtorno. Entretanto, continuamos a vender os artigos que nos encomendam, como sempre, mas por via presencial ou e-mail. Aqui está uma lista de marcas com que trabalhamos.

Queremos manter-nos apenas os dois em permanência, pela flexibilidade que tal permite, e por isso teremos que, e poderemos, dedicar-nos mais e melhor a menos pessoas, como sempre desejámos. Isso vai afectar tudo o que fazemos.

Para já, o nosso atelier, enquanto espaço, está-se a tornar efectivamente mais uma oficina e menos uma loja. Os detalhes daquilo que essa afirmação reflecte e implica virão mais tarde, à medida que conseguirmos ir implementando as coisas. 😉

Por agora, a mudança mais óbvia é que não somos uma loja de porta aberta em permanência, o nosso atelier é um espaço de trabalho onde preparamos ou desenvolvemos várias actividades diferentes (escola, oficina, loja, etc), onde também atendemos e recebemos pessoas, à 4ª-feira de forma livre, às 5ª, 6ª e sábado exclusivamente por pré-marcação (marcar garante que não dão com o nariz na porta por não estarmos lá, e que estamos disponíveis e preparados para vos atender).

Vamos dando notícias. 😉

Alterações de funcionamento imediatas

A Elena, que estava connosco desde Setembro de 2012, vai trilhar outros caminhos e amanhã é o seu último dia de trabalho no atelier. Desejamos-lhe sucesso e muita sorte, e esperamos continuar a vê-la por Lisboa afora, a pedalar. 🙂

Entretanto, para acomodar a saída da Elena até fecharmos para as férias de Verão (a 15 de Agosto), adoptaremos um novo sistema de expediente e de atendimento, já a partir desta 3ª-feira dia 22 de Julho de 2014:

Horário Cenas a Pedal

Assim, da parte da manhã de 3ª a 6ª trabalhamos (na oficina, no escritório, na escola, em serviços e reuniões no exterior, etc), e da parte da tarde tentamos estar todos a trabalhar no atelier, e disponíveis para vos atender.

Ao sábado de manhã também estaremos disponíveis para vos atender, embora nem sempre com a equipa completa (às vezes temos aulas no exterior, nesse horário).

Os últimos 30 dias

Bom, o último mês foi em contra-relógio! Fomos obviamente muuuuuito optimistas com os prazos de mudanças e preparação mínima do novo espaço. 🙂 Entre mudanças, arrumações e desarrumações, obras, problemas imprevistos, e solicitações novas pelo meio, as coisas arrastaram-se.

Entretanto já reabrimos, em modo “soft opening“, e embora vá demorar mais umas 2 semanas, talvez, a estarmos reestabelecidos (tudo arrumadinho e no sítio, rotinas retomadas, etc), o pior já passou.

Nos últimos dias no atelier da Av. Álvares Cabral, já em modo “arrumar para ir embora” gravámos uma peça para o Biosfera, um programa cuja emissão ainda está para acontecer.

Logo no início do mês a Agenda Cultural divulgou o nosso estaminé, infelizmente ainda com a morada antiga, mas foi muito simpático terem-nos seleccionado para representar a “cena” das bicicletas em Lisboa.

Captura de ecrã total 25042014 204452

No âmbito do “Projeto CycleCities”, participámos no 4º Seminário Inter-regional, em Lisboa, a 8 de Abril, onde fui falar de formação de condutores (de bicicleta e dos outros) em resposta à questão-tema da conferência “what can you do for cycling?“.

_ALA7622

Mais tarde fomos contactados pela Marta e pelo Carlos, da RTP, para ilustrarmos o uso da bicicleta no dia-a-dia numa peça sobre o antes e o depois do 25 de Abril no que aos transportes diz respeito, no Telejornal.

Captura de ecrã total 25042014 210533

E no próximo fim-de-semana iremos apresentar comunicações no Congresso Ibérico da Bicicleta!

Ufa!

Entretanto, já temos online a calendarização da escola até ao fim da época (quando fechamos para férias de verão, na 2ª quinzena de Agosto). Se querem aprender a andar de bicicleta, fazer uma reciclagem, aprender ou melhorar a condução em estradas e ciclovias, ou aprender noções básicas de mecânica, inscrevam-se quanto antes, para garantirem vaga!

CAP2-70  CAP2-46

De resto, só nos falta conseguir encontrar uma data fixe para fazer uma festa de inauguração! Isso e conseguir que nos instalem um parque de estacionamento de bicicletas à porta, que a rua não tem nenhum!

Entretanto, estamos aqui:

Mapa

 

Vamos pedalar para outra freguesia!

Após 7 anos de existência, os últimos 3 dos quais de casa aberta no nº 38 da Avenida Álvares Cabral, em Lisboa, já tinha chegado a hora, mas só agora chegou a oportunidade, de migrarmos para um novo sítio.

Por mero acaso, quando já tínhamos desistido da ideia, depois de mais de 6 meses à procura, uma cliente (mesmo sem saber do nosso apelo) falou-nos de um amigo que trabalhava numa imobiliária e que podia ter algo que nos servisse. Lá fomos, cépticos, mas tivémos sorte. Embora mais pequeno do que aquilo que precisávamos e procurávamos, era amplo, com muita luz natural, numa rua calma mas perto de tudo, tudo no R/C (que isto de acartar bicicletas escadas acima e escadas abaixo, ou passar os dias em caves não está com nada), e aparentemente sem problemas de humidade e com bom desempenho térmico. Um excelente upgrade! Conseguiríamos dispôr de melhores condições de trabalho para a nossa equipa, e simultaneamente melhorar a experiência de quem servimos. 🙂

O chão precisava de ser alterado, e havia algumas reparações a fazer, mas não exigia nada de remotamente parecido com o que tivémos que investir no primeiro atelier para ficar minimamente usável para começar (lembram-se dessa novela? As fotos lá estão, para a posteridade!).

Avançámos, felizes pelo aparente golpe de sorte, mas naturalmente receosos pelo passo maior dado, e simultaneamente excitados e frustrados pela perspectiva de “começar tudo do zero”, quando ainda tínhamos tanta coisa por fazer e por melhorar no outro sítio (e já lá estávamos há 3 anos!).

Mas lá dizia o outro, que a mudança é a única constante da vida. E só há uma coisa pior que a trabalheira da mudança, e o natural medo e ansiedade associados: o aborrecimento. A perspectiva de ter nada por fazer nem nada aonde chegar é uma seca insuportável.

Bom, vamos então mudar de freguesia (literalmente), vamos para Alvalade, ficando mesmo na fronteira com as também novas freguesias de Avenidas Novas e Areeiro. Curiosamente, viémos parar também no centro de uma zona deficitária em serviços de apoio à mobilidade em bicicleta, como se vê no mapa abaixo (somos o ponto laranja) – não sei se isto é bom sinal,… pode ser porque ninguém precisa ou se interessa pela bicicleta aqui. Por um lado, a CaP existe justamente para tentar mudar esses estados de coisas, por outro, enquanto o fazemos temos que ir vivendo. Bom, logo descobriremos, suponho.

Captura de ecrã total 28032014 005745

(E não, não foi de propósito, tinha feito este mapeamento há uns meses atrás, como base de trabalho para uma ideia de Rede Pró-Bicicletas de Lisboa. Calhou assim.)

Entretando percebemos, ao termos que actualizar a nossa página de Contactos, que é um óptimo sítio em termos de acessibilidade por transporte público, o que é muito útil (já estou a pensar no jeitão que isso dará para as Viagens a Pedal).

Mapa_de_Rede_integrada_2-1813

Já começámos a tratar do chão, no novo atelier, e já começámos a arrumar as coisas no velho atelier.

Entretanto, para acabar o que falta, mudar tudo de sítio, e arrumar minimamente as coisas para podermos retomar o trabalho normal, vamos estar encerrados de 29 de Março a 2 de Abril, inclusivé. Esperamos conseguir reabrir dia 3, 5ª-feira! Logo que possível decidiremos e divulgaremos uma data para a “house warming party” depois. 🙂

Por enquanto as aulas de bicicleta dos níveis básicos continuarão a decorrer em Campo de Ourique, mas seria óptimo conseguir ter acesso a um espaço coberto também aqui em Alvalade! Mais uma nova luta!…

De resto, temos ainda que encontrar uma solução para a Feira de Bicicletas Maduras, já que no novo atelier não dispomos de um espaço privado que possamos ceder livremente para o evento. Vamos ver se a Junta de Freguesia de Alvalade é amigável, e interessada em ser bike-friendly, e nos autoriza a realizar a feira num jardim próximo!… Façam figas. 🙂

“Se não ficar satisfeito devolvemos o seu dinheiro”

Ora bem, a nossa escola da bicicleta entra em 2014 com uma graaaaande novidade: um pavilhão! Coberto, fechado, privado! 🙂 Graças a uma parceria com o CACO – Clube Atlético de Campo de Ourique, temos agora o pavilhão deles reservado para nós aos domingos de manhã. Os testes começaram ainda em Dezembro:

A aprovação tem sido geral. 😀 Nos cursos “ABC da Bicicleta” (dos adultos e das crianças), as pessoas evoluem rapidamente e temos mais tempo para trabalhar as coisas essenciais do bom controlo da bicicleta. Sim, sabem que ensinar pessoas a andar de bicicleta não é só pô-las a equilibrar-se e a pedalar sozinhas, certo?… Conforto, prazer e segurança requerem um pouco mais do que isso.DSCN0228

Bom piso, um tecto por cima de nós, independência da chuva, do frio, do vento, até do sol e do calor! Não é heterogéneo, realista e desafiante como o Jardim da Estrela, onde dávamos (e continuaremos a dar) aulas, mas em contrapartida é calmo e sossegado, abrigado da chuva, reservado para nós, e resguardado de olhares curiosos.

DSCN0237Os cursos neste pavilhão são aos domingos de manhã, nunca são cancelados por causa da chuva ou de falta de inscritos suficientes (ao contrário dos no Jardim), e garantimos resultados (ou devolvemos o seu dinheiro!). Sim, garantimos que qualquer aluno em condições normais (isto é, sem condicionantes médicas e afins que o justifiquem), sai dali a saber o básico.

Temos agora um novo workshop, que funciona numa lógica de aulas avulsa, chamado [re]Ciclar, que serve quem faz o “ABC da Bicicleta” continuar a praticar e a desenvolver, bem como para quem já anda de bicicleta mas ainda há umas coisas que não domina (ex.: mudanças, andar em pé, pedalar com o selim à altura correcta, sem chegar com os pés ao chão, tirar a mão do guiador, etc, etc), e ainda para quem não pega na bicicleta há anos e precisa de uma reciclagem. 😉

Depois, o curso “Condução de Bicicleta em Cidade” também tem uma das sessões a decorrer no pavilhão, e agora tem um módulo adicional no fim, que consiste numa viagem acompanhada, feita individualmente com cada formando, onde se aplica tudo o que se desenvolveu nos outros módulos, a um percurso relevante para a pessoa.

Temos mais bicicletas, para podermos ter turmas maiores e em simultâneo, e o nosso sistema de reservas online também tem algumas coisas novas que nos facilitam a todos os processos.

Resumindo, em 2014 estamos ainda mais preparados para vos prestar o melhor nível de serviço possível. 🙂

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

E para assinalar isso, e a título de adeus a 2013, temos uma promoção imperdível: inscrevam-se até 31/12/2013 para cursos em Janeiro e Fevereiro e beneficiem de 15 % de desconto (não acumulável com outras promoções)!

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

continenteEntretanto, o calendário do primeiro quadrimestre do ano está quase pronto, a maior parte dos cursos e workshops já tem calendarização, e os outros deverão tê-la entretanto.

Ah, e estamos a planear cursos em Fátima, Porto e Algarve, já estão online e serão confirmados quando recebermos o número mínimo de pedidos que viabilizem as deslocações.

Reservem já a vossa vaga! 🙂