Clipping: “Curso Livre de Sobrevivência Rodoviária”

Desde 11 de Maio de 2011, o Curso Livre de Sobrevivência Rodoviária, está acessível a todos os cidadãos (basta fazer o registo no site para aceder a todos os conteúdos). Esta ferramenta foi projectada como um dos contributos da ACA-M para a Década Global De Acção Sobre Segurança Rodoviária 2011-2020, uma iniciativa da ONU e Organização Mundial de Saúde.

Ao longo dos próximos meses serão publicados os depoimentos e entrevistas dos técnicos que acederam a dar o seu contributo para este projecto de divulgação e formação na prevenção da sinistralidade rodoviária. Aceitei com muito gosto o convite do Luís Escudeiro para participar, e o meu contributo em vídeo já está no site. 🙂 Isto de ter uma câmara à frente é um bocado intimidante, mas o pior é começar, depois a coisa compõe-se um pouco. 😛

É um recurso de formação muito interessante, e de livre acesso. Conta com os contributos de vários actores na cena da segurança rodoviária: psiquiatras, técnicos de segurança rodoviária, professores, instrutores de condução, enfermeiros, engenheiros, investigadores, associações, autores, médicos, operadores de transportes públicos, etc.

Objectivos

Curso livre Sobrevivência Rodoviária

O lançamento da Década Global de Segurança Rodoviária 2011-2020 e o envolvimento da Associação de Cidadãos Auto-mobilizados (ACA-M) nesta iniciativa das Nações Unidas e Organização Mundial de Saúde (OMS), inspirou-nos para a criação de um curso livre sobre segurança rodoviária e prevenção da sinistralidade, nomeado Sobrevivência Rodoviária.

A ACA-M preocupa-se com a conflitualidade no meio rodoviário e com o número inaceitável e persistente de vítimas em território nacional, sendo também sensível ao alerta da OMS para o crescente número de vítimas a nível global. Este curso livre, a ser lançado no dia 11 de Maio, início da Década, pretende ser um contributo para o esclarecimento da opinião pública, através de informação e formação técnica sobre as causas da sinistralidade e as estratégias para a sua mitigação.

Editores e contribuidores, partilham uma visão (explícita para o público) sobre o que entendem por mobilidade sustentável, numa visão integrada de mobilidade para todos, segurança, responsabilidade cívica, espaços urbanos partilhados e ainda protecção da saúde e do meio ambiente.

Sendo o fenómeno da sinistralidade rodoviária um problema que envolve todos os sectores da sociedade, estamos a criar um programa abrangente que vai da prevenção à reabilitação e que deverá abranger todos os utentes da via pública.
Programa

Introdução e Princípios Gerais

Década Global de Segurança Rodoviária 2011-2020
Sinistralidade como epidemia
Automóvel para tudo
Mobilidade sustentável?
Automóvel: imobilidade e obesidade
Via pública: espaço partilhado
Cuidar das vítimas, lembrar os mortos

Segurança rodoviária

Educação Rodoviária
Politicas de Segurança Rodoviária
Investigação e prevenção de acidentes
Auditorias

Ambiente rodoviário

Urbanismo Sustentável
Integração/Segregação de tráfegos
Acalmia de Tráfego
O “Código da Rua”

Peões

Todos somos peões
Direitos dos peões
Passagens de peões e atropelamento
Crianças e idosos
Pessoas com mobilidade reduzida
Espaços partilhados

Condutores

Automóvel e sinistralidade
Condutores: cidadania e aprendizagem
Conduzir um automóvel eléctrico
Futuro eléctrico e sinistralidade
Condução defensiva?
Dicas de condução defensiva
Eco-condução
Usar menos o automóvel

Ciclistas

Andar de bicicleta em Portugal
Benefícios físicos e psicológicos do uso da bicicleta
Ciclovias, sim ou não?
Capacete obrigatório?
Bicicleta e articulação com transportes colectivos
Usar uma bicicleta eléctrica
Segurança para ciclistas

Trauma

Socorro das vítimas na estrada
Reabilitação
Apoio psicológico pós-traumático
O processo de luto

Vejam os vídeos e divulguem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *