Férias em bicicleta?

Sim, por favor! 😀

Aproximam-se os meses de Verão, os fins-de-semana, os dias longos, as férias. A bicicleta encaixa aqui como uma luva. Ir de férias em bicicleta só tem vantagens, em vez de as férias servirem para engordarmos, até melhoramos a forma física ;-), passeamos e vemos muito sem gastar um tostão (sobram mais tostões para coisas interessantes como ir a um festival de música, experimentar aquele restaurante apetitoso, ficar fora mais dias, and so on), e a viagem passa a ser mesmo uma viagem e não simplesmente ir do ponto A ao B. As férias começam mal saímos de casa!

Por isso, e para que as surpresas sejam sempre boas, convidámos o Paulo Guerra dos Santos, do 100 Dias de Bicicleta em Portugal e do  Ecovias de Portugal, a vir cá ao nosso ateliê partilhar convosco a sua experiência a viajar de bicicleta por terras lusas. 🙂

O workshopTurismo Activo em Bicicleta” decorre em 3 sessões, a 26 de Maio, 2 e 9 de Junho, das 10h00 às 12h30, aqui no nosso estaminé, a inscrição fica em 60 € e ainda temos vagas! Não percam esta oportunidade e inscrevam-se já via cursos@cenasapedal.com.

 Conteúdo do workshop

 

Slow Travel: o conceito

  • Viajar devagar conhecendo e usufruindo mais.

Turismo activo em bicicleta

  • O que é, vantagens e desvantagens.
  • Rede Suiça de Ecovias.
  • Rede Noroeguesa de Ecovias.
  • Rede Portuguesa de Ecovias.

Planear uma viagem em bicicleta

  • Pesquisa de percursos, definição de etapas, onde dormir, onde comer, o que visitar.
  • Logística de transportes: Veículo privado, transportes públicos ou apoio profissional?
  • Redes sociais: warmshowers.com, couchsurfing.org
  • Clima, época do ano, cuidados de segurança.
  • Preparação física, aquecimento e alongamentos.
  • Seguro de responsabilidade civil contra terceiros e danos próprios.

O equipamento

  • A bicicleta, o calção e a camisola, capacete, suplentes, manutenção e mecânica básica.
  • A carga em atrelado ou alforges.
  • A escolha sobre o que levar. Lista com os itens mais solicitados.
  • Material de emergência.

Mapas de estradas e Global Positioning System

  • Rede viária nacional e sua classificação.
  • Explorar/visualizar estradas e trilhos na internet.
  • Criar/visualizar trilhos no Google Earth.
  • Equipamentos, smartphones e tablets com GPS.
  • Deixar-se guiar pelo trilho e pelo GPS.
  • Bateria extra ou carregamento em viagem.

E quem sabe depois deste workshop não aproveitam para pôr os novos conhecimentos em prática e acompanhar o Paulo e a Ana Galvão na ciclo-viagem Lisboa-Badajoz de 1 a 7 de Julho? 😉

E, claro, se precisarem de uma bicicleta de touring, ou simplesmente de passeio, uns alforges, etc, etc, é no sítio do costume (mas tratem da coisa com antecedência para quando a data de partida chegar estar cá tudo!).

Lembram-se de como eram as férias quando éramos putos? Pois bem, ir de férias de bicicleta rejuvenesce-nos quase até esses doces e belos tempos! 😀

Este anúncio de TV está genial. Eu não sou dos anos 70, mas dos 80, mas ainda me revejo totalmente nisto! 🙂

Libertem as crianças, as interiores e as vossas! 😉 As crianças querem-se como as galinhas, “do campo“, e na rua! 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *