“Que Lugar Para As Crianças Na Cidade?” na Sexta da Bicicultura de Maio

Hoje é dia de cinema. E de debate (com a Associação de Pais e Encarregados de Educação “Pais do Leão”, a 1, 2, 3 Macaquinho do Xinês, o Movimento Bloom, o Pelouro Educação e Direitos Sociais da CML, uma família em unschooling, e o Pelouro Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia da CML), e tertúlia. Inscrevam-se antes que fechem as inscrições e apareçam, nós vamos lá estar também n’A Casa da Bicicultura no NOW_Beato!

O tema é relevante mesmo para quem não tem crianças, claro, e mesmo para quem não se importa com as que existem. 😛 É que a falta de espaços naturais na cidade, e o risco rodoviário são coisas que afectama a vida de todos nós, miúdos e graúdos. E os miúdos de hoje são os tipos que vão desenhar e manter as cidades de amanhã, aquelas em que nós vamos ser velhos, e querer não depender de ninguém para ir à rua e para nos movermos, e poder fazê-lo sem medo, e poder olhar pela janela e ter natureza para ver, e poder sair e ir “banharmo-nos” nela se quisermos.

Este é um tema transversal, intergeracional. Vem daí.

O que uma bicicleta consegue fazer

“Ah e tal que tenho que usar o carro na cidade porque tenho 3 filhos para levar à escola, e mais as bicicletas deles, e mais a mãe, e…”

J. e a sua nova e-Mundo

O J. é, como nós, um crente no mantra dos MythBusters, “if it’s worth doing, it’s worth overdoing!“. 😀 Aqui está ele com a sua nova bicicleta longtail Yuba Mundo, a partilhar connosco o que uma bicicleta consegue fazer.

J. e a sua nova e-Mundo

J. e a sua nova e-Mundo

J. e a sua nova e-Mundo

J. e a sua nova e-Mundo

E uma das voltas de estreia desta carrinha familiar de 2 rodas foi a Massa Crítica, à qual o J. conseguiu chegar a tempo pela primeira vez, desde que trocou o atrelado dos miúdos pela longtail. 

J. e a sua nova e-Mundo J. e a sua nova e-Mundo

Há coisa melhor do que ver as nossas #cenasemuso? ❤

Foi fixe, o encontro, pá!

Éramos 60 pessoas (incluindo muitas crianças) e 2 cães ontem no passeio & piquenique Bicicultura / MUBi, o tempo estava fixe e a malta pedalou pela zona oriental, descobrindo novas rotas e novos parques verdes na cidade. No piquenique na Mata de Alvalade, confraternizou-se e passaram-se umas horinhas no relax. Foi uma oportunidade de rever amigos e caras conhecidas e de conhecer malta nova. E, graças à generosidade de quem acredita na importância deste projecto, angariou-se já algum dinheiro para a constituição da cooperativa! 🙂

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Passeio e Piquenique MUBi / Casa da Bicicultura

Estas e muitas outras fotos e vídeos podem ser encontrados aqui (incluindo as que o Bruno Mendes gentilmente nos cedeu para publicação). Mais fotos de outros participantes na página de Facebook do evento.

Se não participaram, não fiquem tristes, hão-de haver mais! 🙂

Uma família em bicicleta

A família do Pedro é mesmo “cá das nossas”. 🙂

Contactaram-nos em busca de um novo atrelado para transportar as duas filhas. O antigo era usado com frequência, já tinha 6 anos e acusava bem o desgaste. A filha mais velha andou nele até aos 5 anos, altura em que o atrelado começou a romper.

Upgrade para um atrelado Croozer!

(Mas o atrelado ainda vai ter uma segunda vida, o Pedro da VeloCorvo ficou com ele para o transformar!).

A mais nova, de 3 anos, adora andar de atrelado e detesta andar de carro. 🙂 O Pedro buscava um novo atrelado, bom, que lhe servisse bem até aos 6 anos. Entretanto a mana de 8 anos já pedala a sua própria bicicleta. Assim, chegámos ao Croozer Kid Plus for 2 como solução adequada.

Upgrade para um atrelado Croozer!

Upgrade para um atrelado Croozer! Upgrade para um atrelado Croozer!

Este modelo tem suspensão, o que numa cidade como Lisboa faz muita diferença para o conforto dos passageiros.

Upgrade para um atrelado Croozer!

As luzes integradas e o engate trancável são outros dois pormenores que tornam este atrelado muito prático.

Upgrade para um atrelado Croozer! Upgrade para um atrelado Croozer!

O antes e o depois! 😀

Upgrade para um atrelado Croozer!

Upgrade para um atrelado Croozer!

Servir famílias é algo que nos dá sempre uma satisfação especial, e é espectacular continuarmos a fazê-lo, 12 anos depois de nos lançarmos nesta missão. 🙂

Batidos a Pedal foram à escola

Esta 6ª-feira os Batidos a Pedal foram animar uma aula de Educação Física na EB 2/3 das Olaias, a convite da Junta de Freguesia do Beato, em nome do Dia Mundial da Actividade Física. Os batidos foram depois “queimados” nas aulas de Zumba. 😛