A 1ª “Feira da Ladra” de bicicletas & cia, em Lisboa, está quase aí!

Tivémos 13 pessoas (e nós!) com cenas usadas a responder ao apelo dos 3R‘s (Reduzir, Reutilizar, Reciclar) prás biclas, lançado na forma da Feira de Bicicletas Maduras. Nada mau para uma primeira edição! 🙂 Até agora temos as seguintes presenças confirmadas:

  • A Joana traz 3 bicicletas de criança, duas têm rodinhas, para vender ou trocar.
  • O Joakin traz 2 bicicletas: uma BMX anos 80 e uma bicicleta antiga de criança, e talvez mais umas que está a recuperar.
  • O Nuno traz: 4 selins, 2 quadros Masil, 1 roda Campagnolo, 1 cubo Campagnolo, 1 guiador Cinelli.
  • O João traz: 1 garfo, 1 roda, 2 aros, 3 guiadores, 2 quadros, 1 pedaleiro, 2 ou 3 selins, 1 par de straps, assim por alto.
  • O outro João traz umas rodas pedaleiras.
  • O Luís vem trazer 1 bicicleta de criança para oferta.
  • O Ricardo diz que traz 1 bicicleta.
  • O António também deve trazer 1 bicicleta.
  • A Catarina diz que trará 1 capacete (e talvez mais coisas se encontrar, mas tudo de pequenas dimensões), para doar.
  • O Tiago vai trazer 1 quadro de bicicleta e 1 cadeirinha de criança (e quem sabe mais outras coisinhas pequenas).
  • O Paulo trará 1 porta-bagagens Decathlon (aquele do “Decathlon modular system”), 1 cesto da Decathlon (para colocar no porta-bagagens), 1 selector de mudanças Sram SL X.5  (9 velocidades) (nunca usado, comprado por engano), e 1 selim WTB Speed V
  • Uma vizinha cicloturista disse que vai trazer 1 bicicleta da Decathlon.
  • Nós devemos ter lá 1 kart KMX de criança, 1 bicicleta Electra, 1 bicicleta dobrável Mobiky, e 1 trolley/reboque Andersen Shopper.
  • O Carlos está a pensar trazer:
  • 1 BICICLETA SPECIALIZED EPIC COMP
  • 1 QUADRO BICICLETA PASTELEIRA RODA 28´´ MAIS GARFO
  • 1 GUARDA-LAMAS FRENTE RODA 28´´
  • 2 AROS PASTELEIRA 28´´
  • 1 BANCO DE MOLAS TABOR
  • 4 GUIADORES
  • 1 GUIADOR DE CICLISMO DE PISTA
  • 1 RODA DE ESTRADA 700
  • 2 PNEUS 26X1,95
  • 2 PNEUS 700X23
  • 4 BIDONS
  • 3 CAPACETES
  • 1 PAR DE OCULOS SHIMANO COM VARIAS LENTES
  • 1 PAR DE PEDAIS CRANK BROTHERS MAIS CLEATS
  • 2 BISNAGAS DE ESPUMA PARA FUROS
  • 2 LUZES TRAZEIRAS MAIS 2 DIANTEIRAS
  • 1 APERTO DE ESPIGÃO DE SELIM
  • 1 PAR DE PUNHOS EM MADEIRA
  • 1 PAR DE PUNHOS ACROS
  • 1 BOLSA DE SELIM ZEFAL
  • 1 PAR DE LUVAS BRIKO
  • 1 SELIM SPECIALIZED
  • 1 SELIM FIZIK
  • 2 CUBOS INGLESES DE 3 VELOCIDADES STURMEY ARCHER
  • 1 PAR DE MANETES DE ESTRADA LUSITO
  • 1 PAR DE FERRADURAS DE ESTRADA WEIMEN
  • 1 CARRETE MIRALAGO
  • 1 CORRENTE
  • 3 AVANÇOS DE GUIADOR
  • 2 PARES DE PEDAIS
  • 1 PEDALEIRA MAFERSIL PARA BICICLETA PASTELEIRA

Se entretanto aparecer mais alguém, acho que nos conseguimos amanhar no espaço do corredor! 🙂

1 QUADRO BICICLETA PASTELEIRA RODA 28´´ MAIS GARFO 1 GUARDALAMAS FRENTE RODA 28´´ 2 AROS PASTELEIRA 28´´ 1 BANCO DE MOLAS TABOR 4 GUIADORES 1 GUIADOR DE CICLISMO DE PISTA 1 RODA DE ESTRADA 700 2 PNEUS 26X1,95 2 PNEUS 700X23 4 BIDONS 3 CAPACETES 1 PAR DE OCULOS SHIMANO COM VARIAS LENTES 1 PAR DE PEDAIS CRANK BROTHERS MAIS CLEATS 2 BISNAGAS DE ESPUMA PARA FUROS 2 LUZES TRAZEIRAS MAIS 2 DIANTEIRAS 1 APERTO DE ESPIGÃO DE SELIM 1 PAR DE PUNHOS EM MADEIRA 1 PAR DE PUNHOS ACROS 1 BOLSA DE SELIM ZEFAL 1 PAR DE LUVAS BRIKO 1 SELIM SPECIALIZED 1 SELIM FIZIK 2 CUBOS INGLESES 3 VELUCIDADES STURMEY ARCHER 1 PAR E MANETES DE ESTRADA LUSITO 1 PAR DE FERRADURAS DE ESTRADA WEIMEN 1 CARRETE MIRALAGO 1 CORRENTE 3 AVANÇOS DE GUIADOR 2 PARES DE PEDAIS 1 PEDALEIRA MAFERSIL PARA BICICLETA PASTELEIRA 1 BICICLETA SPECIALIZED EPIC COMP

Ateliê da Cenas a Pedal Estante na Big Dummy

A FBM trata-se de um encontro muito informal, tipo feira da ladra, mas só de bicicletas (e usadas!). 🙂 Não há tendas nem espaços delimitados, é chegar e encostar as bicicletas à parede (ou quem tiver acessórios, pendurá-los nas bicicletas ou colocá-los numa manta no chão, por exemplo). 🙂 São só 2 horas (ou até as coisas se venderem!) Nós não interferimos em nada, as pessoas expõem e negoceiam como quiserem, nós cedemos o espaço e promovemos o evento.

A seguir, o OutJazz no belíssimo Jardim da Estrela, aqui ao lado, espera-nos a todos.

Divulguem! Apareçam! 🙂

Cenas a Pedal @ Lisbon Cycle Chic

É já este sábado, dia 28, o 1º Evento Cycle Chic Lisboa!  🙂 (O Porto também já teve o seu.)

Lisbon Cycle Chic

O Miguel teve a amabilidade nos convidar a integrar a pequena exposição paralela de artigos & serviços ‘cycle chic‘, pelo que estaremos lá presentes com uma amostra das nossas “cenas”. Entretanto, o Bruno, a.k.a. Bicycle Repair Man, acompanhará todo o passeio, prestando assistência técnica em viagem a quem dela necessitar.

Bicycle Repair Man em acção

Quem precisar de bicicleta para o passeio, temos algumas disponíveis para alugar, que variam entre os 9 € e os 26 € por um dia, dependendo do modelo. Interessados? Detalhes pelo e-mail: alugar@cenasapedal.com até 6ª-feira!

Marquem presença no Facebook, e inscrevam-se usando o formulário.

Haverá ainda uma iniciativa intitulada “Dê a cara pela bicicleta”, onde um fotógrafo irá realizar retratos aos participantes e às suas bicicletas (a mesma ideia base do Rodas de Mudança, da MUBi). Essas mesmas fotografias, serão depois colocadas no Facebook, onde as fotos com mais “Likes” serão premiadas. Um dos brindes será uma das nossas T-shirts “bicicleta no coração”, exemplos:

Ladies' Sob luz natural

O passeio, num percurso simples que se faz – sozinho – em cerca 1 hora, é de inscrição gratuita, e a exposição pode ser visitada mesmo sem se participar no passeio!

Se durante este passeio chegar à conclusão que está a precisar de uma aulinha de reciclagem para dominar a bicicleta como deve ser, saiba que no dia seguinte, Domingo dia 29, das 9h às 12, há Clínica de Bicicleta! Dá para se inscrever até à noite de dia 28! 😉

E, claro, nesse mesmo Domingo à tarde temos cá a Feira de Bicicletas Maduras! 🙂 Vamos ter pessoas a aparecer com bicicletas, quadros, peças e acessórios – tudo usado – para vender, trocar ou doar. Já viu o que tem lá para a garagem, sotão ou varanda, que não usa, se está a estragar e a desvalorizar, e que poderia trazer para esta feira da ladra ciclo-específica? Inscreva-se já, é grátis! 🙂

É um fim-de-semana preenchido! 🙂 E a largada é dada logo 6ª-feira ao final da tarde, com mais uma Massa Críticaaaaa! 🙂

Clipping: “A mania do pedal – como as bicicletas conquistaram Portugal”

Maio é o mês da bicicleta, e isso nota-se nos media. De repente fala-se muito de bicicletas, a imprensa faz reportagens e tal. Depois passa, mas é giro enquanto dura.

Na edição de 14/05/2011 a revista Notícias Sábado, publicada com o Diário de Notícias e com o Jornal de Notícias, publicou um “Especial bicicletas” sobre “os fanáticos do pedal – o prazer e os benefícios do meio de transporte mais amigo da Natureza” [esqueceram-se do andar a pé, mas é um lapso natural]. Moi même fui uma das pessoas entrevistadas, justamente pelos meus tentáculos biciculturais. 😛

O Miguel, do Lisboa Bike, deu-se ao trabalho de digitalizar a coisa toda (não deixem de ler tudo), e deixo aqui aquilo que respeita à Cenas a Pedal & je.

0001 0007 0008

(cliquem para abrir num tamanho grande)

Fixe, ‘né? Precisamos de toda a boa publicidade que pudermos ter! E você, já falou da Cenas a Pedal aos seus amigos hoje? 🙂

A revista Tabu, do jornal Sol, também publicou nessa semana um especial sobre bicicletas, e a revista Sábado consta que falou de bicicletas também, nomeadamente da Cicloficina (entrevistaram-me brevemente pelo telefone para tal), mas não tenho uma cópia nem sei de quem tenha digitalizado os artigos. :-\

Há que continuar a trabalhar para manter a bicicleta na boca do mundo.

Feira de Bicicletas Maduras

Tem bicicletas e/ou acessórios que já não usa?

Venha vendê-los, trocá-los ou quem sabe até doá-los na I Feira de Bicicletas Maduras. 🙂 Trata-se de um espaço de encontro entre quem procura e quem oferece bicicletas com histórias. A Cenas a Pedal disponibiliza o espaço e divulga o encontro.

Liberte espaço em casa, recupere algum do dinheiro investido, e encontre novos donos para as bicicletas, reboques, cadeirinhas, etc, que já não usa. Não deixe que o equipamento se degrade por falta de uso, não o ponha no lixo! Contribua para a protecção do ambiente e da economia nacionais com os 3R‘s: Reduzir, Reutilizar, Reciclar! 🙂

Inscrições gratuitas pelo e-mail info @ cenasapedal . com, até dia 26 de Maio: indique o seu nome e o seu contacto telefónico, e a lista de artigos que pretende levar (para gerirmos o espaço disponível), bem como o propósito: vender, trocar ou doar.

E para terminar o seu Domingo em beleza, após a Feira pode ir descontrair para o Jardim da Estrela (a menos de 5 min a pé do espaço da Feira), onde o Festival OutJazz animará mais um fim de tarde. 🙂

Cenas a Pedal verde

Na Cenas a Pedal (e em casa) somos o mais “eco” que conseguimos. 🙂 ‘Eco’ de ecológico e ‘eco’ de económico, que normalmente são conceitos coincidentes, quando se analisa tudo numa perspectiva global.

Reduzimos o que podemos reduzir a nível de embalagens, consumíveis, electricidade (ex.: lâmpadas economizadoras), água (ex.: redutores de caudal), etc. E só deitamos coisas fora depois de as deixar de molho muito tempo à espera de uma oportunidade de as “re-purpose” (geralmente quando temos que arranjar espaço para mais tralha).

Reutilizamos tudo o que for possível. Frascos de café, doces, etc, por exemplo, produzimos mais do que temos uso para reutilizar. Entretanto lembrei-me de usar uns desses frascos acumulados em casa para guardar cenas no ateliê. 🙂

Reutilização dos frascos lá de casa

A bancada de trabalho da oficina era uma porta de um armário de cozinha, por exemplo. E as dimensões eram *exactamente* as necessárias para encaixar nas duas estantes que servem de base. Serendipity, my friends!

Serendipity!

As pilhas, só recarregáveis.

E, claro, guardamos as caixas e o padding das encomendas dos fornecedores, para reaproveitar para enviar encomendas para os clientes.

Entretanto, mais frascos de casa e restos de peças e afins da oficina em acumulação serão doados logo que possível à Cicloficina.

Reciclamos tudo. Papel/ cartão, embalagens, vidro, etc. Tudo o que der, vai para o ecoponto. As câmaras de ar velhas são cortadas e transformadas em elásticos, em protecções, etc, etc.

E claro, vamos a pé ou de bicicleta para o trabalho, ter com os clientes, ou entregar encomendas, ou até fazer mudanças. 😉

Encomenda, rumo aos CTT

E nada disto é sacrifício nenhum, faz parte das rotinas quotidianas, qualquer um pode fazer sem prejuízo algum, pelo contrário. É pouco, mas é a nossa parte!