Bastidores

Na tarde do dia 2 de Agosto estivemos por Oeiras (Santo Amaro de Oeiras, a zona da Biblioteca Municipal, o Jardim da Quinta dos 7 Castelos…, um percurso que faço com alguma regularidade), a gravar uma reportagem sobre o nosso Curso de Condução de Bicicleta para um programa da RTP2 que irá para o ar lá para Outubro. O que nos pediram foi alguém a circular de bicicleta demonstrando algumas situações de condução (eu), outra pessoa noutra bicicleta que pudesse levar o cameraman a reboque (o Bruno na sua Xtracycle equipada com um par de Footsies e um guiador de apoio) e uma bicicleta adicional para a jornalista (que levámos também com a Xtracycle). A ideia original de ir filmando em movimento, à boleia do Bruno, não foi aplicada porque havia muito movimento e tornaria a situação perigosa, mas fez-se alguma B footage assim. 🙂

A reportagem em si correu razoavelmente bem, embora tanto eu como o Bruno tenhamos sentido que falámos muito depressa e que por vezes nos perdíamos um bocado na linha de raciocínio. É um bocado stressante ter uma câmara a olhar para nós e a gravar tudo enquanto nos fazem perguntas que não conhecemos previamente. 😉 As situações de trânsito também nem sempre resultaram como gostaríamos (em termos de ilustrar situações ou conceitos), por diversos motivos relacionados com o desenho da estrada, com o volume de tráfego na altura e com alguns comportamentos menos habituais de motoristas.

Resta esperar para ver o resultado, que deverá ser espremido, cortado e concentrado numa peça de até 8 min. É um trabalho ingrato, jornalista e cameraman filmarem e trabalharem ali uma ou duas horas para depois o resultado que sai cá para fora para as pessoas verem ser tão curtinho. É mesmo um trabalho essencialmente de bastidores.

About the last fair

Quase não tirámos fotos durante a 3ª Feira Nacional de Parques Naturais e Ambiente, e as poucas que tirámos ficaram feinhas. :-\ Para a posteridade a única minimamente decente é esta:

3ª Feira Nacional de Parques Naturais e Ambiente - Olhão 2008

Este ano tivemos um stand maior onde pudemos expor mais produtos (a gama cresceu entretanto). Tivemos é que regressar no domingo a Lisboa, por motivos de força maior (acho gira esta expressão, parece que nos referimos a algo sobrenatural 😛 ), pelo que não estivemos presentes no dia de encerramento.

Um dos nossos vizinhos “da porta ao lado” eram as 3ecobees, uma nova empresa algarvia, composta por cidadãos do mundo, de marketing e consultoria na área da sustentabilidade ambiental. Gente simpática, com quem conversámos bastante. 🙂 O que eu mais gosto no site deles é o design a a forma de comunicar/falar/escrever. Lembra-me um livro que comprei há uns anos para aprender HTML, o Head First HTML with CSS & XHTML , que recomendo (capítulo de amostra em pdf disponível gratuitamente aqui). 😉 Acho que é algo comum a todos os livros da série e a mim, particularmente, agrada-me o estilo. 🙂

A feira viu um upgrade na organização este ano, e teve mais actividades, o que contribuiu para animar o evento. Escalada, baptismos de mergulho, test rides de karts KMX 😉 , exibições de dança, eco-bingo, degustações de produtos, passeios de burro,…

Novos blogs

Bicicletas, mobilidade, DIY, cultura, etc:

Fábio e o seu (I)MOBILIDADE, um brasileiro aqui ao pé, em Oeiras, na Cruz Quebrada.

Gonçalo e o seu MA FYN BACH, aqui perto também, em Linda-a-Velha.

Hugo e o seu novíssimo The Mozambique Bike Culture Blog, agora que se encontra por terras de Moçambique.

Rui e o seu Cycleta Mobile, em Almada.

Já estão no nosso blogroll e nos feeds. 😉 É bom ver a comunidade a crescer! 🙂