Mobiky última geração

Aaaah…, a Mobiky. O nosso primeiro e eterno amor e a primeira cena a pedal, a que despoletou esta aventura de criar algo para mudar, à nossa escala, a realidade nacional. 🙂

A Mobiky é uma peça de engenharia fantástica. O mecanismo de dobragem é algo verdadeiramente inteligente, e é tão prática para usar no dia-a-dia, nas pequenas voltas para aqui e para acolá que é difícil perceber como é que não estão já a ser usadas por toda a gente (mas isso eram outros tantos posts…).

A empresa que a tem desenvolvido tem, contudo, deparado-se com contratempos que têm afectado a evolução do produto, com consequentes adiamentos consecutivos do lançamento definitivo da nova geração de bicicletas Mobiky. Recentemente a empresa original foi comprada e surgiu assim a MOBIKY TECH, que tem trabalhado na imagem e no marketing da marca, como podem ver pelo novo site. Há umas semanas surgiram também fotos dos novos modelos.

A gama da Mobiky incluirá então bicicletas de roda 12″ e bicicletas de roda 16″ (importante para aumentar o conforto em pavimentos menos que perfeitos), normais e também em versão com assistência eléctrica (weeee!):

  • Mobiky 12 Vasco (sem mudanças)
  • Mobiky 12 Louis (3 velocidades)
  • Mobiky 12 Youri (3 vel., pedelec)
  • Mobiky 16 Louis (3 velocidades)
  • Mobiky 16 Steve (8 vel.)
  • Mobiky 16 Youri (3 vel., pedelec)

(Não vou comentar a escolha dos nomes dos modelos. 😛 )

Em termos de preços, os 6 modelos vão dos 750 € aos 1700 € (aproximadamente).

As mudanças são sempre de cubo, e os travões são de disco, V-brake ou de banda, consoante a roda e o modelo.

Nas versões pedelec, trazem um motor na roda dianteira, de 180 W na Mobiky 12 e de 250 W na Mobiky 16, e uma bateria de iões de lítio de 24 V disponível na versão de 5 Ah (15-20 Km de autonomia) ou 10 Ah (30-35 Km de autonomia) (o que é suficiente para o tipo de aplicação da Mobiky: curtas distâncias e/ou transporte multimodal). Com um peso anunciado de 17.5 Kg, são bastante leves (e não esquecer que rolam fechadas ao nosso lado, sem termos que as carregar). Os modelos não pedelec rondam os 14 Kg, segundo a marca.

Também contemplados estão alguns acessórios para transporte de bagagem, da KLICKfix.

Por enquanto aguardamos ainda que a nova empresa se (re)estabeleça e que a distribuição dos novos modelos se inicie e consolide para começar a oferecê-los no nosso mercado. Uma espera ansiosa. 🙂 E entretanto, temos ainda algumas Mobiky Genius R a preço de saldo!

Lançamento bombástico da Mobiky My 16

Campanha de lançamento da My 16

Bom, talvez não boooooombástico, mas um desconto de 191 € é sem dúvida muito simpático. 🙂 Vejam as condições da promoção aqui.

Finalmente, a versão maior – roda 16″ – da famosa Mobiky Genius entrou em produção e começará a estar disponível no mercado. A My 16 vem expandir o alcance da Genius, com a contrapartida de um pacote ligeiramente menos compacto. Na essência do que distingue a Mobiky das outras marcas, a My 16 mantém o design vencedor:

A My 16 é produzida em 2 cores: branco e preto.

L1010389.JPG

E em 2 versões: Comfort & Expert, sendo que o que as distingue é a transmissão. A Comfort tem 3 mudanças de cubo Shimano Nexus, e a Expert tem 8.

IMGP9215.JPG

IMGP9223.JPG

Já tivemos a oportunidade de as ver ao vivo (vejam fotos aqui), e dar umas voltas (de notar o nosso ar compenetrado a avaliar o produto 😉 ) e ficámos bem impressionados. 🙂

A My 16 vai permitir ir de Mobiky onde antes nos inibíamos mais facilmente de ir (distância, orografia, piso, etc), e vai melhorar a experiência de condução quando a qualidade do piso deixa mais a desejar, por exemplo. Claro que para situações em que ter um pacote mais compacto (e um pouco mais leve) é importante, e quando rodas maiores ou mais mudanças é supérfluo, a Genius mantém o seu apelo, e o seu reconhecido valor.

A propósito, entretanto a Genius R (o modelo original da Mobiky, de roda 12″, mas numa versão mais recente, melhorada, com travão de roletos – R – atrás) continua disponível, agora apenas em 4 cores: vermelho, verde, azul cobalto e azul escuro (o laranja foi descontinuado).

IMGP9236.JPG

O novo P.V.P. deste modelo recomendado pelo fabricante (já pós-mudança de produção da Tunísia para França, pela Matra Sports) é de 849 €. Os modelos que ainda temos em stock continuam, contudo com um P.V.P. de 749 €, sendo que a eventual actualização de preço, a ser aplicada, sê-lo-á apenas aos novos lotes que virão no futuro.

A propósito, o desenvolvimento da My 12, uma nova geração da Genius – com o mesmo look da actual My 16 – inicialmente apresentada em 2007, a par desta última, foi suspensa por agora, pois a empresa optou por alocar os seus recursos no desenvolvimento, produção e marketing da My 16, considerada prioritária (é um modelo novo, enquanto a My 12 seria uma evolução de um pré-existente).

Nós por Cá na Massa Crítica

A peça que resultou da participação da Carla Castelo e do Guilherme Lima na Bicicletada de Dezembro de 2008, em Lisboa, em vídeo aqui (programa Nós por Cá emitido pela SIC a 20/01/2009). Entre outros mais brevemente, o Miguel do Menos Um Carro foi o principal entrevistado.

A de Janeiro foi na passada 6ª-feira (oops, falhou o lembrete|). Em Coimbra, e apesar da chuva, foi marcada presença com uma Mobiky, pelo João Paulo e o sobrinho, aproveitando a viagem feita para ir buscar este último. Boa! 😀

Novidades: Mobiky

Aviso à navegação. Estamos sem stock de bicicletas dobráveis (ou desdobráveis, articuladas, etc, como prefiram) Genius da Mobiky. Só nos resta 1 exemplar que esteve durante uns tempos em exposição numa loja e que tem uma falha na pintura e o cabo do travão de trás ligeiramente dobrado (embora sem danos no cabo propriamente dito, apenas algumas marcas de compressão no tubo exterior). Fotos destes detalhes:

Em atenção a isto, por trazer um espigão de selim sem suspensão, e por ser a última da sua “raça” (ver mais abaixo) a bicicleta estará disponível por 620 € 599 € (em vez dos tabelados 650 €). Os interessados deverão contactar-nos através de vendas @ cenasapedal . com.

Entretanto esperamos receber mais bicicletas dentro das próximas 2-3 semanas. Contudo, estas serão de uma versão ligeiramente diferente de equipamento, a Genius-R. Diferenças:

Genius standard: travão de disco à frente, travão de banda atrás, cubo de mudanças Sturmey-Archer.
Genius-R: travões de roletos atrás e à frente, e cubo de mudanças Shimano.

A opção pelos travões de roletos oferece uma eficiência global na travagem superior à das bicicletas da versão original, que tinham uma assimetria na capacidade dos travões dianteiro e traseiro. Além disso, os travões de roletos não requerem praticamente manutenção, nem afinação, e têm um período de vida alargado.

A Mobiky está também em fase de mudanças no seu funcionamento e no processo de fabrico. Antes o quadro era fabricado em França, mas a montagem do mesmo com as restantes peças (vindas da China) era feito na Tunísia. A partir de agora a montagem é feita em França, em parceria com a Matra MS, na fábrica desta empresa, o que oferecerá maior controlo de qualidade e flexibilidade.

Contudo, estas mudanças (equipamento diferente, transferência da montagem para França), juntamente com o recente e continuado aumento de preços nos produtos vindos da China (no caso da Mobiky, os plásticos e afins), traduzem-se num aumento dos custos e, por conseguinte, nos preços finais. Como tal, as próximas Mobiky Genius que teremos para venda terão um P.V.P. de 749 €.

Em 2009 espera-se o lançamento no mercado de dois novos modelos da Mobiky: a My12 (uma evolução da Genius original) e a My16, um modelo com roda de 16”. As datas ainda não foram confirmadas, mas estima-se Fevereiro/Março a My16 e Maio/Junho a My12.

A My16 deverá ser disponibilizada em 2 versões: Confort (3 velocidades Shimano Nexus) – P.V.P. de cerca de 1300 €, e Expert (8 velocidades Shimano Nexus) – P.V.P. de cerca de 1650 €.

Em Março/Abril prevê-se o lançamento de uma versão da My16 com assistência eléctrica, um projecto conjunto da Mobiky e da Matra MS chamado de Rendez-Vous, que terá um P.V.P. de cerca de 2500 €.

Mais algumas fotos aqui (slideshow).

Cada vez mais a mobilidade precisa de alternativas em termos de veículos, e de inter-, multi- e co-modalidade, conjugando diferentes meios de transporte para servir diferentes necessidades e diferentes pessoas. Bicicletas eléctricas e carros eléctricos seem to be all the rage these days